1/1

MÃE DO OURO

_____

Projeto em Desenvolvimento

Roteiro e direção: Madiano Marcheti

Produção: Ana Buchi e Beatriz Martins

Montagem: Lia Kulakauskas

Produtora: Terceira Margem (Br)

Ficção | 100 min | Brasil

Gênero: Drama 
Formato: HD

Aspect Ratio: 1.37 : 1

_____

Labs, mercados e eventos

_____

Um garimpo é instalado no Morro do Apito, um monte imponente em meio à amazônia mato-grossense, no Brasil. À medida que garimpeiros forasteiros chegam, o lugar começa a mudar. Jaci, uma professora que acaba de entrar na terceira idade, sonha que garimpeiros são caçados e mortos por animais - e essas mortes de fato acontecem. Mas essas mortes não impedem o avanço do garimpo. Mais garimpeiros chegam e o vilarejo fica tomado pela febre do ouro. Enquanto isso, Jaci começa a entender que o Morro está se comunicando com ela através dos sonhos. Diante dessas revelações, ela precisa descobrir como lidar com suas premonições e tentar barrar a destruição que o garimpo está provocando em cima do Morro do Apito.

_____

Nota do diretor

Nos últimos anos, o Brasil vem sofrendo profundas transformações, com o crescimento de discursos radicais e polarizantes. Conceitos como verdade ou mentira se tornam maleáveis e relativizáveis. A política é guiada pelo medo, refletindo-se em paranóia coletiva e violências. A exploração predatória da natureza se agrava, firmando-se como política oficial. E, por consequência, grileiros e garimpeiros têm carta branca para invadir áreas de preservação e terras indígenas.

 

Inspirado por esse contexto e essa atmosfera delirante, decidi fazer um filme fantástico. Em Mãe do ouro, depois que um vilarejo remoto é invadido por garimpeiros, uma mulher passa a receber recados de morte da natureza através de sonhos premonitórios. Como um conto misterioso e estranho, esse filme é uma canção sombria sobre o rito de passagem dessa mulher que precisa aprender a confiar nos seus instintos em meio a um período turbulento e delirante pelo qual o Brasil atravessa - um tempo em que absolutamente tudo parece possível.